Blog WIS

Conteúdos voltados para aprendizagem

Lifewide learning: existe momento certo para aprender?

Lifewide learning: existe momento certo para aprender?

07

Oct

Aprendizagem

Você já ouviu falar em Lifewide Learning? Segundo Conrado Schlochauer - autor de Lifelong learners – o poder do aprendizado contínuo, especialista em autoaprendizagem dirigida e sócio da consultoria de aprendizagem nōvi - Lifewide Learning seria algo como “aprendizagem em toda a vida”, numa tradução livre.

Mas a gente já não fala tanto de Longlife Learning? Qual a diferença, afinal?

Lifelong Learning diz respeito a “Aprender por toda a vida”, a nunca parar de aprender.  

O termo surgiu a partir das mudanças que vinham acontecendo no mercado de trabalho e que apontavam para a necessidade em estar pronto para novas demandas.

Já Lifewide Learning tem a ver com a forma que você aprende, o que não precisa se limitar a um curso ou uma sala de aula, por exemplo: todo tempo e lugar pode ser de aprender. 

Em outras palavras, o que acontece ao nosso redor em casa, no trabalho, na faculdade, nos momentos de lazer, pode por si só ser uma excelente oportunidade de descoberta e de evolução. Não há limites pra isso!

E por que devo aplicar o Lifewide Learning na minha vida?

Porque ele tem o poder de expandir a sua visão de mundo.

Estudar é importante, mas quantas coisas a escola não nos ensina? 

Ainda de acordo com Conrado Schlochauer: 

“Precisamos pensar em como vamos aproveitar todos os espaços. O tempo que passamos na educação formal é 3% da nossa vida. Não dá para abrir mão de aprender nos outros 97%”. 

Tudo bem, mas e como se tornar um Lifewide Learner? Por onde começar? 

Pela auto-observação. 

O que te dá prazer? O que você gosta de fazer, por fazer, independente dos benefícios que isso traz a curto, médio ou longo prazo? 

Lembrando que você não precisa ter uma meta do tipo “hoje vou aprender sobre liderança durante aquele almoço em família”. Ou “Enquanto estiver assistindo aquela série da Netflix, quero descobrir mais sobre gestão de tempo”.

Você precisa deixar fluir primeiro, para depois identificar (sem se sentir obrigado a isso, certo?) os insights que você tira dessa experiência, para onde ela te leva e se gostaria de avançar nisso.

E como aprender sem se sentir obrigado a aprender (dentro de uma empresa)? 

É possível aprender dentro de uma organização, a partir dos acontecimentos do dia a dia?

Sim, é totalmente possível. 

Mas o RH, alinhado à liderança, pode contribuir proporcionando às pessoas momentos de se pensar e fazer outra coisa que não esteja diretamente ligada ao trabalho. Como acessar as redes sociais, relaxar, ou se reunir em um canto do escritório (ou fora dele) para um bate-papo. 

A empresa pode ainda incentivar iniciativas que permitam que o aprendizado essencial aconteça de um jeito mais natural. 

Por que não criar um espaço para leitura? Uma roda de debate? Um campeonato esportivo? Uma sessão de cinema dentro da organização? 

Dentro de um processo de Learning Campaign, ou Campanha de Aprendizado, são muitas as alternativas para se estimular o desenvolvimento de competências. 

E o melhor: elas tendem a ser mais eficientes do que o tradicional treinamento, em muitos casos, uma vez que o envolvimento das pessoas tende a ser maior, ainda mais quando isso mexe de maneira positiva com as emoções delas.   

O Lifewide Learning não se limita ao mercado de trabalho.

Não mesmo. Graças a ele, podemos realmente desenvolver novas habilidades úteis para a carreira. 

Mas quando derrubamos a crença de que “aprender é chato” e entendemos o quanto de conhecimento podemos extrair da vida prática, acabamos indo além dos planos profissionais e descobrindo o que nos move de verdade. 

Vamos encontrar novas e interessantes formas de aprender nessa vida?  


Banner Próximos Cursos

Nosso compromisso é manter você atualizado!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.