Blog WIS

Conteúdos voltados para aprendizagem

Aprendizado: pedagogia, andragogia e heutagogia

Aprendizado: pedagogia, andragogia e heutagogia

18

Oct

Aprendizagem

A sociedade está em constante evolução, e muito se deve ao modelo de aprendizado gerado pelas novas tecnologias e métodos de ensino que são aplicados em escolas, ambientes de trabalho e no próprio dia a dia.

As instituições educacionais apresentam diferentes métodos de ensino que são aplicados nas salas de aula.

Os estabelecimentos de ensino que oferecem cursos profissionalizantes, palestras e treinamentos para adultos utilizam conceitos diferentes daqueles que são encontrados nas escolas primárias e secundárias. 

Até mesmo a tecnologia tem influenciado e apresentado uma nova metodologia conceitual que exige esforço de cada indivíduo para a aprendizagem, independentemente da faixa etária e ambiente de ensino.

Para melhor compreensão, é preciso entender as mudanças ocorridas no ambiente social, bem como os conceitos que envolvem a Pedagogia, a Andragogia e a Heutagogia. 

A seguir serão apresentados cada um desses conceitos, os objetivos e finalidades, bem como eles podem ser essenciais para o aprendizado da sociedade, de uma forma geral.

A pedagogia presente nas escolas

A educação primária da sociedade tem início no ensino básico promovido em escolas que atendem crianças e adolescentes. 

A palavra Pedagogia vem do grego paidagogós, que tem como significado paidos, de criança, e gogía, que é acompanhar, ou conduzir.

Esse conceito trata da aplicação de um método de ensino determinado em estabelecimentos educacionais, reunindo:

  • Estratégias educacionais.
  • Métodos de ensino;
  • Princípios da educação;
  • Técnicas de aprendizado específicas.

A parte administrativa promovida nos centros educacionais podem seguir métodos diferenciados na condução do aprendizado das crianças e adolescentes. 

Ainda assim, são empregadas ações que direcionam para os objetivos fundamentais na aplicação do aprendizado. 

Entendendo o contexto da pedagogia 

Nesse conceito de pedagogia, é preciso entender a realidade dos estudantes e atender as demandas quanto à socialização de indivíduos perante a comunidade, e seus mútuos impactos.

Mais ainda, os profissionais que praticam a pedagogia estão inseridos em um contexto que envolve a educação como a capacitação de pessoas dentro da instituição de ensino. 

As matérias são variadas, abordando assuntos da área de Humanas, Exatas e Biológicas de tal maneira que fica subentendido no consciente coletivo. Adiante, cabe a cada estudante decidir qual o caminho profissional mais se identifica.

Portanto, é possível encontrar alguém que estudou as matérias básicas e, por fim, se aprofundar em um, escolhendo a carreira como médico em uma clínica veterinária 24 horas Moema, atendendo animais das mais variadas espécies.

Sendo assim, vale ressaltar que a Pedagogia está intrinsecamente ligada à presença de um professor conduzindo os alunos por todo o caminho da aprendizagem. 

As empresas apostam na andragogia

O investimento em profissionais que procuram seguir uma carreira profissional é um incentivo de empresas que adotam a andragogia no ambiente de trabalho. 

Do grego andros, que significa adulto, e gogos, relacionado ao verbo educar, a andragogia é uma terminologia proposta por um filósofo americano chamado Malcolm Knowles, na década de 1970, que viu a experiência de vida ser parte do aprendizado do aluno já na fase adulta.

Por isso as empresas investem em cursos e treinamentos para garantir que a visão e os valores da empresa possam ser associados aos trabalhadores e suas práticas, utilizando o conhecimento adquirido ao longo da vida em tarefas cotidianas relacionadas ao ambiente laboral.

Pense em uma empresa fabricante de produtos de limpeza ecológicos que possui diversas linhas que atendem um público diversificado no mercado consumidor. 

O conhecimento de pesquisadores e desenvolvedores de novos produtos pode ajudar a emplacar esse produtos de acordo com as percepções observadas sobre a sociedade, melhorando os processos e produtos. Tudo isso empregado nos princípios básicos da andragogia, que são:

  • Autoconceito do aprendiz;
  • Conhecimentos prévios;
  • Motivação;
  • Necessidade do saber.

Como aplicar a andragogia na empresa

Dentro de um treinamento direcionado para as finalidades da empresa em que um funcionário trabalha, é possível conduzir o aprendizado de acordo com as características da andragogia e necessidades específicas, nas quais o conhecimento denota a busca por mais ensinamentos.

Assim, há uma constante na busca por novos conceitos do aprendizado que podem ser aplicados na realidade de uma empresa, trazendo melhorias e insights diversos. 

O discernimento de que a andragogia pode ser aplicada como método de ensino em que o estudo sobre o resgate de fauna e flora pode ser aplicado no desenvolvimento de novos produtos para uma empresa demonstra que o conhecimento adquirido é essencial no ambiente de trabalho, bem como para melhorias práticas a longo prazo.

Sendo assim, os cursos e treinamentos propostos pelas empresas colocam em pauta conteúdos que estão relacionados à rotina laboral dos trabalhadores, ou mudanças que se pretende alcançar - bem como temas relacionados que podem aprimorar o setor. 

A capacitação de cada funcionário também agrega valor no aprimoramento constante em relação ao cargo ocupado e a escalada de sucesso na vida profissional. 

As atividades executadas se tornam ainda mais produtivas, bem como se relacionam mais profundamente aos objetivos e metas propostos no mundo corporativo e pessoal.

O futuro do aprendizado com a heutagogia

A tecnologia tem influenciado a mudança de comportamento social de maneira global. Na questão educacional isso não é diferente, e por isso tantas escolas técnicas e universidades propuseram, a partir do início do século XXI, o EaD, ou o Ensino à Distância.

Um profissional que atua dentro de uma empresa de automação pneumática industrial como operador de máquinas pode trilhar o caminho seguindo a heutagogia, conceito cunhado no fim do século XX pelos professores Stewart Hase e Chris Kenyon, ambos da Universidade de Southern Cross, na Austrália.

Segundo os professores estudiosos desse conceito, a heutagogia se trata da aprendizagem individual e autodeterminada. 

Ou seja, os alunos procuram por vontade própria aprender, buscando ajuda quando necessário, mas praticando um método mais ativo de ensino, ao invés de receptivo.

Esse novo modelo de estudo se baseia em equipamentos modernos e atualizados constantemente, como artigos, textos científicos e vídeos disponíveis na internet, criando certa dependência e facilidade de acesso a esses meios. 

Heutagogia na prática

Assim, nesse contexto, o que as universidades fizeram com relação ao EaD foi apresentar um método científico que oficializa esse aprendizado.

Para isso foram disponibilizados professores e pesquisadores para que os estudos sejam reconhecidos por entidades de classe e autarquias governamentais, como o Ministério da Educação, bem como para aprimorar e cunhar o estudo.

Assim, no exemplo anterior, as práticas permitem que o operador de máquina tenha o reconhecimento como profissional capacitado, podendo trabalhar, por exemplo, no desenvolvimento e fabricação de equipamentos industriais instalados nos parques fabris espalhados por todo território nacional.

Nesse conceito, enfim, os objetivos e as competências podem ser definidos por uma organização, papel de uma escola ou uma universidade, porém o estudante segue o próprio caminho/trilha de estudo conforme interesses e objetivos. 

Tudo pode ser feito, ainda, sob o apoio de orientações definidas e com os recursos provenientes do sistema educacional. Ou seja, não é apenas o futuro da educação, mas o presente dinâmico.

Sistema educacional mescla conceitos

Qualquer que seja o conceito aplicado no ensinamento de um indivíduo, é preciso ter a percepção se aquilo está dentro dos limites de aprendizado e os objetivos traçados.

Uma pessoa que produz brindes personalizados São Paulo com maestria, capacitação técnica e criatividade pode resgatar o aprendizado proposto pela pedagogia, criar uma oportunidade, bem como repassar tais ensinamentos.

Um outro indivíduo pode ser o operador de máquinas que está estudando dentro dos preceitos apresentados em treinamentos no ambiente de trabalho, seguindo o direcionamento da andragogia fornecida em um curso profissional para atualizar o trato dos maquinários ou mesmo atualizar o setor, se desenvolver ou ir para uma nova atividade. 

Ainda pode haver um terceiro elemento que pode apresentar soluções que competem à economia e administração de matéria-prima dentro de uma fábrica de bolsa térmica para empresa que vai distribuir isso como brinde ao público consumidor.

Portanto, os conceitos são variáveis e aplicados de forma independente, conforme o posicionamento em que alguém se encontra, o ambiente abordado e as necessidades. 

Afinal, independentemente do método, o ser humano tende a se manter atualizado e estudando, seja de forma teórica ou pelas vivências.

Conceitos educacionais seguem linhas próprias

Para finalizar, vale ressaltar as diferenças perceptíveis em relação à pedagogia,  andragogia e a heutagogia tão presentes na sociedade, cada qual com finalidades específicas.

Enquanto a primeira está focada no ensino sobre a base infantil e juvenil, a segunda centraliza esforços no aprendizado do adulto e todas as experiências já vivenciadas ao longo da vida. 

Já o terceiro conceito é o mais moderno e atual, empregando a autonomia da pessoa, em um processo que exige que o ensino seja aplicado de forma autodidata, mesmo que com o apoio de terceiros e utilizando ferramentas modernas de ensino.

Pedagogia, andragogia e heutagogia como complemento 

É importante frisar que um conceito não exclui o outro, pois todos fazem parte do aprendizado por toda a vida, ajudando nos procedimentos em que são trabalhadas as informações e como estas se tornam um conhecimento particular e até ressignificado conforme as percepções.

Isso demonstra o quanto os conceitos de pedagogia, andragogia e heutagogia estão entrelaçados apenas na insistência em ampliar o conhecimento, dado que todos os acontecimentos ao longo da vida são importantes e podem ser utilizados em algum momento e para aprendizagem. 

Deste modo, elas podem atuar, também, de forma complementar em algumas metodologias de ensino.

Pode ser que uma pessoa que passou toda a vida de aprendizado pedagógico encontre a solução ideal para a manutenção de um controle de acesso corporativo junto a empresas a partir da andragogia aplicada. 

Sem esquecer que isso pode contar, ainda, com o esforço próprio em pesquisar soluções relacionadas a esse assunto para garantir a segurança de todos os usuários, sejam visitantes ou funcionários. 

Todas as descobertas, como se percebe (e por menores que sejam), são dinâmicas e mutáveis, e as informações chegam cada vez mais rápidas, de maneira contínua e com razões significativas, conforme são praticadas. Mas isso também passa a demandar filtros na busca do conhecimento, visto a velocidade das informações. 

Assim, cabe a cada indivíduo saber aproveitar o melhor de cada conceito, conforme necessidades, identificações e até etapas da vida, seja no alfabetização ou na vida profissional, de modo a se desenvolver e interagir de forma cada vez melhor com os ambientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Banner Próximos Cursos

Nosso compromisso é manter você atualizado!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.