Blog WIS

Conteúdos voltados para aprendizagem

Como fomentar a Cultura de Inovação em lideranças do Sistema Financeiro?

Como fomentar a Cultura de Inovação em lideranças do Sistema Financeiro?

18

Nov

Inovação
Mercado
Aprendizagem
Tecnologia

Imagine que, neste momento, uma startup está descobrindo maneiras de fazer o que sua empresa faz, mas de maneira inovadora, aperfeiçoando a experiência do cliente. São as startups que dominam o mercado da inovação, mas inovar nas instituições vai muito além de criar novas tecnologias. Quando uma empresa escolhe ter uma Cultura de Inovação, é necessário uma mudança de comportamentos e hábitos que, a partir dessa decisão, foca em estimular a criatividade no ambiente corporativo.

Essa mudança vai culminar na criação de novas formas de enxergar e otimizar os processos; novas ideias surgirão, serão testadas e aprovadas ou não - porque inovar também passa pelo erro. Ter um ambiente inovador é capaz de agregar valor aos produtos e serviços, além de captar novos clientes e garantir destaque no mercado.

Ciente desses benefícios, o banco Banestes procurou a WIS para a entrega de uma Trilha de Líderes. Foram oito encontros com temas que envolviam o universo da inovação e atividades práticas para que os participantes pudessem levar o aprendizado para dentro da rotina de trabalho.

A trilha faz parte das ações do Programa de Cultura de Inovação da instituição e contou com a participação de 45 líderes do Sistema Financeiro do Banestes. A estrutura dos encontros, que aconteciam semanalmente e tinham três horas de duração, foi planejada para que os participantes absorvessem o conteúdo e tivessem a oportunidade de experimentar e aplicá-lo na prática. 

Além disso, todo o conteúdo era relacionado à inovação, mas direcionado para a realidade do Banestes, desde a escolha de quais conceitos deveriam ser trabalhados até o convite dos facilitadores, que tinham experiência com o Sistema Financeiro.

Como produto do aprendizado, os líderes foram divididos em seis grupos multidisciplinares e multissetoriais e desenvolveram um projeto para resolver as dores do Banestes. O produto foi pensado a partir de ferramentas que eles foram descobrindo durante a trilha e com a intenção de melhorar a experiência dos clientes.

Esse modelo de aprendizagem baseado em problemas reais com a elaboração de projetos e aplicação dos aprendizados na prática é a metodologia usada pela WIS. O modelo combinado com os conceitos de Lifelong Learning, Heutagogia e tendências atuais de aprendizagem corporativa, somadas às estratégias de marketing para efetivação do ensino, são o que permitem a retenção do aprendizado e garantia de resultados.

No último encontro, o único feito de forma presencial e seguindo todos os protocolos de prevenção contra a Covid-19, a gerente de Criatividade do Banestes, Isis Parteli, comemorou a parceria entre a WIS e o banco. 

“Estamos vivendo uma experiência incrível e já temos outras ações em andamento. Começamos a Trilha de Líderes de maneira remota, uma vez que ainda estamos em modelo híbrido de trabalho, mas o último encontro presencial foi uma experiência sensacional, a melhor possível. Desde os bastidores e organização, a todo momento trocamos feedbacks e buscamos formas de trazer melhorias. Tudo que aprendemos nessa trilha, levaremos para a próxima ação: a Trilha de Multiplicadores”, contou.

A Trilha de Multiplicadores mencionada já está em andamento e será mais um projeto inovador e disruptivo desenvolvido pelo time da WIS e o Banestes.

Confira como foi o encontro presencial de encerramento da Trilha de Líderes do Banestes:


Banner Próximos Cursos

Nosso compromisso é manter você atualizado!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.